Cérebro feminino é mais complexo e por isso requer mais horas de sono

mulher-dormindo.jpg

postado em 11 de Junho de 2019 13h45

Os benefícios de uma boa noite de sono para a saúde e bem-estar são incalculáveis. Durante o sono, para além de relaxar, o nosso corpo trabalha para manter o equilíbrio do sistema imunológico, endócrino, neurológico e de diversas outras funções. Por isso mesmo, todos nós sentimos a necessidade de descansar, mas será que as mulheres precisam de dormir mais que os homens?

A mulher, atualmente, tem de desempenhar diversos papeis na sociedade simultaneamente, pois além de profissional, é ainda mãe, dona de casa e esposa. Segundo um estudo desenvolvido pelo Centro de Pesquisas do Sono da Universidade de Loughborough, Inglaterra, a capacidade feminina de executar várias tarefas faz com que o cérebro das mulheres seja mais complexo que o dos homens, necessitando, portanto, de mais horas de sono. Mas todas estas tarefas podem perturbar a qualidade do descanso das mulheres, devido às preocupações excessivas e ao stress que isso pode causar. Desta forma, o sono das mulheres é um tema que deve ser tratado com a maior importância. Emma, marca mundial que quer revolucionar o mercado do descanso, reconhece a importância do sono e partilha algumas dicas para o descanso de qualidade que que as mulheres merecem:

  1. Não acredite em tratamentos milagrosos.

A insônia é o distúrbio do sono que mais afeta as mulheres, e são muitos os anúncios que prometem resolver este problema com um comprimido ou spray milagroso. Mas as causas para este distúrbio podem ser várias e, por isso, o tratamento que dá resultado em uma pessoa pode não resultar com outra. Assim, é essencial que sejam identificados os motivos que estão na base da insônia para um tratamento eficaz do problema.

  1. Respeite as necessidades do seu corpo.

O corpo da mulher precisa de cerca de oito horas por dia de sono para repor energias. Ele nos dá vários sinais de que precisa descansar ou de que, por outro lado, já está pronto para as exigências do dia a dia, e nós precisamos estar atentos a isso. Um estudo realizado pelo Cleveland Clinic Sleep Disorders Center, nos Estados Unidos, constatou que quem não respeita as necessidades de descanso do corpo e dorme menos de seis horas por noite tem mais tendência para desenvolver depressão.

  1. Guarde tempo para relaxar.

É fato que todos precisamos trabalhar, mas não podemos esquecer das regras de equilíbrio com o descanso, alimentação saudável, exercício, apanhar sol e ter uma vida social agradável. O stress e o nível acrescido de responsabilidade são os fatores que mais afetam o sono da mulher, por isso, é aconselhável que as horas anteriores ao início do sono sejam um processo de relaxamento, sem e-mails de trabalho ou grandes tensões físicas ou emocionais, para não levar preocupações para a cama.

  1. Divida tarefas com a família.

Por norma, as mulheres são quem dão mais atenção às tarefas domésticas, recaindo sobre elas esta responsabilidade. Quando chegam em casa após o trabalho acabam por ter um segundo turno de trabalho, limitando as suas horas de sono e, consequentemente, aumentado os níveis de stress. Realizar todas as tarefas de subsistência da família é um fardo injusto e doloroso para as mulheres, por isso, deve ser partilhado por todos os membros da família.

Além destas dicas simples, mas que fazem diferença na qualidade do descanso, também é importante ter um bom colchão. A verdade é que passamos, ou deveríamos passar, várias horas do nosso dia dormindo (ou tentando) e o colchão que utilizamos pode não ser o mais adequado, ou pode ter anos demais de uso para que seja confortável garantindo um sono reparador.