Boyteks é premiada por “colchão verde” na Interzum 2019

9.png

postado em 19 de Junho de 2019 12h41

A Boyteks ganhou um dos prêmios da Interzum 2019, na categoria Produtos de Alta Qualidade, ao apresentar o colchão Go Green no evento deste ano, que aconteceu em maio, na Alemanha. A empresa turca criou um tecido livre de PFC (perfluorocarbono) e antimônio, duas substâncias que são prejudiciais tanto para o meio ambiente como para a saúde humana. A ideia da Boyteks é que as pessoas não tenham contato com substâncias classificadas como cancerígenas na hora de dormir.

De acordo com o projeto apresentado pela Boyteks, o colchão verde - como é chamado - foi desenvolvido para que as pessoas não tenham contato com substâncias perigosas para a saúde durante o sono e que a produção do Go Green seja ambientalmente amigável. Um terço das nossas vidas nós passamos deitados em colchões e os PFC’s e o antimônio podem ser absorvidos pela pele, demorando de 9 a 21 anos para serem eliminados do nosso corpo.

O antimônio é classificado como um metal pesado e que, geralmente, está associado a produção de têxteis, porém a IARC (Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer) já o identificou como uma substância cancerígena. A Boyteks quis fazer com que seu colchão estivesse livre disso, proporcionando mais qualidade de vida para quem vai usá-lo e reduzindo os danos ambientais durante a produção e lavagem dos tecidos.