Cama baixa é tendência em decorações minimalistas

cama_baixa_2.png

postado em 20 de Outubro de 2020 13h38

A cama baixa, muito utilizada pelos asiáticos, é uma das tendências para quem opta por uma decoração minimalista. Seu estilo otimiza espaços de forma versátil, criando uma proporção diferente em quartos pequenos e estreitos.

Quem busca uma sensação de amplitude pode escolher sem medo uma cama baixa, pois ela passa a sensação de limpeza, amplitude e leveza, além de ajudar a destacar outros elementos da decoração.

Tradicionalmente usada pelos orientais, a cama mais próxima ao chão tem toda uma simbologia no Japão. Há séculos os japoneses usam esse tipo de cama em seus dormitórios, porque acreditam que quanto mais próximo do chão a pessoa se deitar, melhor será a qualidade do sono, visto que a troca de energias com a terra diminuirá o peso da vida cotidiana e renovará o estado de espírito.

Antigamente era mais comum o uso de futons e tatames pelos japoneses, até mesmo por questão de espaço, mas, como vivemos em um contexto diferente, a cama passou por algumas adaptações e hoje atende às necessidades também do ocidente, com uma urbanização no seu estilo.

 

A foto que ilustra a reportagem mostra um projeto da Augen Marcenaria personalizada. | Crédito: Patrícia Maia