Veja o colchão mais premiado da Europa

Emma-1.jpg

postado em 11 de Fevereiro de 2019 11h56

A Emma, startup alemã presente em toda a Europa, ganhou pelo segundo ano consecutivo o selo “Melhor do Teste” da Deco Proteste, de Portugal. O colchão Emma Original foi testado juntamente com todos os colchões no mercado português e pelo segundo ano consecutivo é considerado pela organização independente de defesa do consumidor como o melhor. Este ano, foram testados 55 colchões no total, de todas as marcas presentes no mercado, sendo que o Emma Original ganhou com uma avaliação de qualidade global de 80% e a designação “Muito boa qualidade”.

Alguns dos parâmetros avaliados nestes testes são a qualidade do núcleo do colchão, a sua firmeza, o seu comportamento térmico, respirabilidade, suporte para o corpo, elasticidade e durabilidade.

Facilitar a escolha do consumidor é o objetivo deste teste, como refere a própria publicação na revista Proteste. “Se for a uma loja, prepare-se para ser surpreendido com um rol de perguntas do vendedor: “Prefere espuma, látex ou molas? Molas simples, contínuas, ensacadas ou Bonnell? (…) Quer um colchão mais fresco, quer um colchão assim... ou assim? Firme, macio ou médio?”, e este é também o objetivo da marca Emma, afirma Filipa Guimarães, responsável pela Emma no mercado ibérico. Com garantia de 10 anos e 100 noites de teste, o Emma Original pode ser testado em casa sem compromisso, e se não for o colchão perfeito para o cliente pode ser devolvido e o valor pago é reembolsado na totalidade.

Filipa Guimarães destaca o reconhecimento da Proteste. “Para nós, sermos vencedores deste selo de qualidade pelo segundo ano consecutivo é sinônimo do trabalho contínuo da nossa própria equipe de desenvolvimento, na nossa sede em Frankfurt, que todos os dias trabalha para garantir a qualidade superior dos nossos produtos, garantindo o melhor descanso para as pessoas”.

A marca tem sido um sucesso em todos os países onde está presente e ganhou quatro selos de qualidade similares em países como França, Bélgica, Itália e Reino Unido, onde vendeu um colchão a cada 30 segundos na Black Friday deste ano.