Casal curitibano é mais uma vítima do Golpe do Travesseiro

20.jpg

postado em 12 de Julho de 2019 19h10

Um casal de idosos de Curitiba (PR) foi vítima, no último dia 05, de um crime que está sendo chamado de “Golpe do Travesseiro”. Os idosos tiveram um prejuízo de R$9 mil ao tentar comprar travesseiros. A Polícia Civil está investigando o caso, que é o primeiro registrado na capital paranaense, mas que já teria feito vítimas em outros estados brasileiros.

De acordo com as informações repassadas pela filha das vítimas, os suspeitos teriam se aproveitado do interesse do casal em adquirir novos travesseiros para usar uma máquina de cartões e realizar transações financeiras sem o consentimento dos dois.  “Os supostos vendedores disseram para a minha mãe que o valor não estava aparecendo no visor e ainda garantiam que o cartão não estava passando. Foram algumas vezes, com valor de R$ 1 mil. Se não bastasse isso, perguntaram do meu pai e fizeram o mesmo procedimento. Foram R$ 4,5 mil de cada”, lamentou a filha, que não foi identificada.

O carro utilizado pelos suspeitos em Curitiba tinha placas de Belo Horizonte (MG).

Ao tentar recorrer ao banco, o casal não conseguiu o ressarcimento do dinheiro, já que a instituição financeira informou que o valor caiu direto na conta dos criminosos e, como a senha foi digitada, configurou uma autorização por parte dos idosos.

No ano passado, em agosto, foram registrados casos muito semelhantes em Sorocaba, no interior de São Paulo. Um suspeito chegou a ser preso depois de ter aplicado o mesmo golpe em cerca de 30 pessoas. Ele oferecia travesseiros e, no momento em que a pessoa ia efetuar o pagamento, dizia que a máquina de cartões não estava funcionando e que precisa pegar outra, aí era inserido um outro valor (não visível aos clientes) que digitavam suas senhas, autorizando as transações.

Este tipo de crime se configura como estelionato e os policiais pedem para quem tiver informações sobre os suspeitos ou também tenha caído no golpe que entre em contato com a Polícia Civil.